01 de dezembro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais

Eventos

 

Chegou a tão aguardada hora, no dia 11 de junho ás 9h será a grande Reinauguração do Ginásio de Esportes do Núcleo Bandeirante, e você não pode perder! Por isso a  Administração, tem o prazer de convidar você e toda sua familia para esse evento.

 

Data : 11 de junho
Horário : 09:00
Local : Ginásio de Esportes do Núcleo Bandeirante 

Nos dias 8 a 10 de junho teremos o 3º Encontro Distrital da Agroindústria das 13h ás 18h no auditório da embrapa cenargen.

O encontro visa a construção de debate entre as agroindústrias, sociedade civil, governo, organizações do setor produtivo, estudantes das áreas afins e demais envolvidos na produção de alimentos do Distrito Federal e futuros empreendedores, com o intuito de promover e fortalecer a cadeia agroindustrial do Distrito Federal.

O programa Rota do Artesanato está de volta. Depois de dois anos sem ocorrer por causa da pandemia, o evento terá sua nova edição nesta quinta (5) e na  sexta-feira (6), no Anexo do Palácio do Buriti, com a participação de 100 artistas.

“O projeto visa contemplar os artesãos que ficaram parados e prejudicados com a pandemia. A ideia é dar um espaço para que eles exponham e vendam suas peças, para levantar um capital. Escolhemos uma data de início do mês, próximo ao pagamento, para facilitar ainda mais a venda das peças”, observa a mestre artesã e coordenadora do Programa de Artesanato da Secretaria de Turismo (Setur), Roze Mendes.

Por meio de edital público, foram selecionados 50 artesãos e 50 manualistas que poderão expor e vender suas peças. Os produtos a serem comercializados vão conter atributos culturais e naturais referentes a Brasília.

Kátia Gonçalves foi uma das contempladas. Há 40 anos trabalhando com artesanato, nesta edição da Rota, ela trará peças de tapeçaria, ponto cruz e fuxico, tendo como foco  presentes para o Dia das Mães, comemorado no domingo (8).

“Ficamos dois anos sem a Rota e estamos voltando com força total. O projeto abre muita frente de trabalho para a gente porque, além das vendas no local, a gente recebe muitas encomendas”, comemora. Entre as peças dela estão almofadas, tapetes, quadros decorativos e flores, com preços que variam entre R$ 10 e R$ 80.

Pela primeira vez na exposição, a artesã Maria Beatriz de Oliveira também está animada com o projeto. “Estou grata por poder expor meu trabalho em um espaço como o Palácio do Buriti. Vou levar itens de mesa posta, corações, sachês e chaveiros”, conta ela, que há 30 anos faz peças de artesanato, como caixas, bandejas e aplicações.

Nesta edição, os trabalhos estarão expostos no Anexo do Palácio Buriti das 9h às 17h. De acordo com a Setur, mais 700 trabalhadores serão beneficiados com o lançamento da Rota do Artesanato até o fim do programa, ganhando espaço para a comercialização dos seus produtos. A data e o local para a próxima edição serão definidos posteriormente.

Para participar das próximas seleções, o profissional precisa estar com a Carteira Nacional do Artesão válida. Serão admitidas inscrições de manualistas que estivem pré-cadastrados no site da Setur, por meio do formulário contido na aba “Cadastramento de Manualistas”.

Serviço
– Data: quinta e sexta (5 e 6)
– Horário: das 9h às 17h
– Local: Anexo do Palácio do Buriti

 

O projeto de Educação em Direitos da Defensoria Pública do Distrito Federal, que completa 12 anos de história, está de volta em parceria com diversas instituições para a construção da transformação social.

Tendo a educação em direitos como dever estampado na Constituição Federal de 1988 e na Lei Complementar n.º 80/94, e instituída oficialmente no Distrito Federal por meio do Decreto N° 39.321/2018, a Defensoria propõe a formação de jovens participativos e conscientes, por meio do conhecimento em direitos, deveres, princípios e valores sociais, e da construção coletiva de ideias, dando condições para que sejam autores de sua própria história, apesar do contexto de duras desigualdades.

A bandeira da educação em direitos é defendida como forma de efetivação da cidadania e de acesso à ordem jurídica justa, evitando, assim, a extrema judicialização que ocorre nos dias atuais.

O projeto Conhecer Direito, que já foi o ponto de partida para a mudança na vida de milhares de pessoas por meio da educação, oferece a possibilidade de construção de uma nova forma de convivência, onde se informa para depois responsabilizar e, não, responsabilizar para depois informar.

A partir do dia 19 de maio de 2022, estão abertas as inscrições para a sua 18ª turma.

São 100 vagas limitadas e para garantir a participação, o estudante do 1º, 2º ou 3º ano da rede pública de ensino médio do DF deve fazer a pré-inscrição no link: https://bit.ly/37XdwBD e, em seguida, efetivá-la presencialmente até o dia 10 de junho na sede da Escola da Defensoria Pública do DF (Easjur), com a entrega de declaração de escolaridade, cópia do RG e termo de autorização do pai ou responsável.

As aulas se iniciam em 14 de junho e acontecerão no horário das 15h às 17h, semanalmente toda terça-feira e toda última quarta-feira do mês, na sede da Easjur, localizada no Setor Comercial Norte, Quadra 01, Lote G, Edifício Rossi Esplanada Business, subsolo (próximo ao HRAN e Liberty Mall).

O curso é inteiramente gratuito e oferecerá acesso a material didático consistente em livro “Educação para a Vida e Acesso à Cidadania – Os direitos e deveres da vida humana em sete tempos” (disponível em: https://bit.ly/3oeTvfc), que contempla a jornada do conhecimento sobre as regras básicas da vida em sociedade desde o nascimento, a infância, a adolescência, a juventude, a vida adulta, a velhice, após a morte, até os mecanismos de proteção constitucionais.

Também serão abordados conteúdos de cartilhas temáticas produzidas pela Defensoria Pública do DF, que tratam de assuntos como a Violência Doméstica e Familiar, os Direitos da Criança e do Adolescente, a Pessoa com Deficiência, as Relações de Consumo, o Direito de Família, entre outros que estão disponíveis em: http://escola.defensoria.df.gov.br/easjur/publicacoes/cct/cartilhas/.

Ao final do curso, em dezembro de 2022, teremos um evento de formatura com a maior premiação de bolsas da história do projeto – em parceria com instituições privadas de ensino superior e cursos preparatórios – para os alunos com melhores aproveitamentos em simulados aplicados ao longo das aulas.

                                          

Em caso de dúvidas, fale com a Easjur por meio do e-mail: escoladpdf@gmail.com – assunto: Projeto Conhecer Direito.

Mapa do site Dúvidas frequentes